Links de Acesso

Reconstrução de estradas aumenta na Huíla

  • Teodoro Albano

Mais de 300 Kms vão ser recuperados

Mais de trezentos quilómetros de estradas devem ser recuperados entre 2013 e princípios de 2014 na província da Huíla, no âmbito do programa de reconstrução das principais vias de acesso.

please wait

No media source currently available

0:00 0:02:09 0:00
Faça o Download


Entre os troços previstos no programa realce para as ligações entre os municípios de Caconda/Chipindo no norte da província, Matala e comuna de Mulondo na zona leste e Km 16/Comuna da Palanca na Humpata eixo que pode servir de alternativa a província vizinha do Namibe.

As vias cujas empreitadas estão entregues as diferentes empresas nacionais do ramo de construção civil, têm repercussões directas nas ligações entre a província da Huíla e o resto do país através de seis outras províncias.

O director provincial do Instituto Nacional de Estradas de Angola, INEA na Huíla, Florêncio Teófilo fala do andamento das obras;

“ Relativamente ao troço Caconda/Chipindo tem-se estado a trabalhar normalmente é só dar-se sequência porque o empreiteiro já está mesmo no terreno, o mesmo se pode dizer em relação ao Km16 até ao desvio da Palanca por várias razões houve troca de empreiteiro, neste momento está lá a empresa Planasul que já está nos demonstrar ritmo de trabalho satisfatório. Relativamente a Matala/Mulondo temos alguns trabalhos iniciais mas neste momento estão na fase final de organização do estaleiro”.

O programa de recuperação das estradas prevê a colocação do tapete asfáltico e por outro lado o trabalho de manutenção das vias já existentes. Florêncio Teófilo omite os custos, mas adianta que as obras já se encontram adjudicadas as respectivas empresas;

“ Refiro-me neste caso dos troços Lubango/Chibemba, os troços Lubango/Matala e o troço desvio da Matala/Cacula”. Nesses trabalhos de conservação estamos a trabalhar com as empresas Planasul, Omatapalo e João Guilherme Abrunhosa”.

As ligações entre a Huíla e as outras seis províncias fazem-se dentro da normalidade apesar de alguns constrangimentos. A Huíla divide fronteira nomeadamente com Namibe e Benguela a oeste a norte com Huambo e Benguela a leste com Bié e Kuando-Kubango e no extremo sul com a província do Cunene.
XS
SM
MD
LG