segunda-feira, 22 setembro, 2014. 00:09 UTC

Notícias / Mundo

Coreia do Norte desafia comunidade internacional ao lançar foguetão espacial

Comando Aeroespacial Norte-americano confirmou que a entrada na órbita do objecto transportado pelo foguete norte-coreano

A colocação pela Coreia do Norte de um objecto na órbita terrestre coloca o país num grupo restrito de países com uma tal tecnologia espacial
A colocação pela Coreia do Norte de um objecto na órbita terrestre coloca o país num grupo restrito de países com uma tal tecnologia espacial

Multimédia

Áudio
Steve Herman
A Coreia do Norte levou a cabo o lançamento de um foguete espacial que qualificou como uma “abertura” pacífica para a colocação de um alegado satélite de meteorologia, na orbita terrestre.

Esta acção de Pyongyang é criticada pelos Estados Unidos e as Nações Unidas que chamaram a atenção para o facto de ela violar as sanções da ONU.

Seuol, Tóquio, Washington e as Nações Unidas condenaram imediatamente o lançamento que teve lugar na manhã de hoje.
O ministro sul-coreano dos negócios estrangeiros, Kim Sung-hwan, criticou Pyonyang por ignorar os repetidos avisos e pedidos para cancelar a operação de lançamento do foguete.

O ministro disse que esta acção vai isolar ainda mais a Coreia do Norte da comunidade internacional e o país devia usar os imensos recursos financeiros gastos no desenvolvimento nuclear e de mísseis, “para resolver as desesperantes vidas do seu povo.”

Em Tóquio, o primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda considerou a acção da Coreia do Norte como totalmente inaceitável e deplorável.

O governante nipónico disse que apela o público a manter-se calmo e assegurava ao povo japonês que irá haver uma resposta dura do seu governo, em cooperação com a comunidade internacional.

O Comando de Defesa Aeroespacial Norte-americano informou que “indicações iniciais são de que o míssil libertou um objecto que pareceu ter atingido a orbita”.

A Coreia do Norte, numa emissão especial de televisão ao meio-dia hora local, realçou o sucesso do lançamento do foguete a partir do Centro Espacial de Sohae.

O apresentador dizia que o satélite Kwangmyongsong-3 foi colocado na orbita após o seu lançamento pelo foguete Unha-3.

A Coreia do Norte está proibida pelas Nações Unidas de lançar mísseis ou tecnologias que podem ser usadas para mísseis balísticos. O Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, através de um comunicado, considerou esse lançamento como uma clara violação das resoluções das Nações Unidas e disse estar preocupado com esta provocação que irá ter consequências negativas para a “paz e estabilidade na região”.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 19 Setembro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
19.09.2014 17:49
As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 Setembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Aniversário Westgate - Ataque terrorista ainda abala as vítimas

Um ano depois do ataque terrorista ao Centro Comercial Westgate em Nairobi, os sobreviventes continuam abalados com a tragédia. A VOA conta a história das vítimas que ainda questionam: “Como é que isto aconteceu?
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 18 Setembro 2014

Noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Setembro 2014

As imagens de Africa que fazem noticia
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 16 Setembro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Prostituição infantil em Nairobi

Na favela de Korogocho, em Nairobi, raparigas com apenas 15 anos de idades dedicam-se à prostituição como meio de ganhar a vida. Elas são o alvo de uma organização não-governamental chamada Iniciativa Miss Koch, que tem realizado o trabalho de resgatar essas menores e com resultados positivos.
Mais Vídeos