terça-feira, 28 julho, 2015. 08:21 UTC

Notícias / Moçambique

Moçambique: Médicos dizem que greve teve participação de 90%

Os médicos e o governo continuam firmes nas suas posições deixando incertezas sobre a duração da greve.

William Mapote
Pelo segundo dia consecutivo, os médicos moçambicanos voltaram a faltar ao trabalho, no prosseguimento da greve geral por tempo indeterminado, convocada pela respectiva associação, para exigir aumentos salariais e melhoria das condições de trabalho.

Enquanto o governo, através do Ministério da Saúde considera que a greve está a ter fraca adesão, os médicos denunciaram ameaças e coacção forçada para o regresso ao trabalho ao nível dos distritos. Indicam contudo que a participação está acima de 90% ao nível nacional.


Na cidade e província do Maputo o impacto da greve ainda não é visível uma vez que, pelo menos em termos de atendimento nos serviços gerais, pouca diferença se tem visto, comparando com os dias normais.

Os médicos dizem que a aparente normalidade tem a ver com o cumprimento da manutenção dos serviços básicos que, tal como haviam prometido, estão a garantir.
Neste momento os médicos e o governo continuam firmes nas suas posições, deixando incertezas sobre o tempo em que ainda vai durar a greve.

Entretanto, durante a manhã desta terça-feira, cerca de trinta médicos juntaram-se na praia da Costa do Sol, onde trocaram as batas hospitalares, por camisetas brancas e os bisturis por equipamentos de limpeza, para uma jornada de recolha de lixo.

A medida foi justificada como uma forma de reduzir focos de doença para a sociedade, em particular, para os utentes daquela praia.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Sudão: música salva pessoas da mortei
X
28.07.2015 06:19
Em 2012 o realizador sudanês Hajooj Kuka realizou um documentário entre os refugiados da Guerra civil no Nilo Azul, Sudão, e na região montanhosa de Nuba. E surpreendeu-se com o que ali viu – a música estava a ajudar a salvar pessoas que estavam a ser alvo de ataques aéreos do seu próprio governo
Vídeo

Vídeo Sudão: música salva pessoas da morte

Em 2012 o realizador sudanês Hajooj Kuka realizou um documentário entre os refugiados da Guerra civil no Nilo Azul, Sudão, e na região montanhosa de Nuba. E surpreendeu-se com o que ali viu – a música estava a ajudar a salvar pessoas que estavam a ser alvo de ataques aéreos do seu próprio governo
Vídeo

Vídeo Marvel Comics lança um novo Homem-Aranha: Miles Morales

Seja em quadradinhos ou na tela do cinema, fãs estão acostumados a ver Peter Parker por trás do Homem-Aranha. Mas isto está a mudar. A Marvel Comics lançou Miles Morales para substituir Peter Parker em uma nova série de quadradinhos. Ele é metade latino e metado afro-americano e já é bem popular.
Vídeo

Vídeo Procuradoras mulheres da Somália para fazer a diferença

Numa nação marcada por um longo conflito, corrupção e impunidade, o governo da Somália espera reconstruir o sistema de justiça do país e pela primeira vez trouxe seis procuradoras mulheres ao processo
Vídeo

Vídeo Jornalista cego da Somália

Apesar da melhoria de segurança, nos últimos anos, Somália continua um dos países mais perigosos para ser jornalista, pior para que não tem a capacidade de ver. Abdifatah Hassan Kalgacal têm reportado na última década a partir da capital daquele país. É cego
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Julho 2015

As imagens noticiosas de Africa
Mais Vídeos