Links de Acesso

Orçamento angolano é "para inglês ver" - Isaías Samakuva

  • Manuel José

Isaías Samakuva

Isaías Samakuva

Presidente da Unita promete continuar a pressionar para a realização de eleições autárquicas.

O presidente da Unita Isaías Samakuva considerou, em Luanda, que o Orçamento Geral do Estado(OGE) para 2015 é “uma fachada para inglês vir” e considerou que o Governo não tem mais nada para oferecer aos angolanos.

O líder do maior partido na oposição considerou a actual proposta do executivo para o OGE de 2015 como uma mera operação de charme.
"O OGE de 2015 é uma fachada, pois há verbas sem qualquer indicação do que vão fazer, e verbas enormes, estão a fazer o que aí?”, disse Samakuva.

“Vemos gastos durante o ano que nunca estiveram previstos no OGE, por isso este OGE é para inglês ver, é uma fachada", acrescentou Samakuva, para quem o Executivo de José Eduardo dos Santos nada tem mais para oferecer aos angolanos.

"O actual governo chegou ao seu fim porque já não consegue reunir condições políticas de governabilidade e de legitimidade, para se manter em plenitude de funções", disse, advertingo que continuará a falar sem receios onde quer que seja.

Recentemente o embaixador angolano em Lisboa afirmou que Samakuva tinha sido “infeliz” ao afirmar em Lisboa que Angola precisa de uma segunda independência."Temos de falar, não podemos nos calar perante essa realidade aqui, na Conchichina ou no Timbaktu”, disse Samakuva.

Quanto às autarquias, Samakuva garantiu que os deputados da Unita vão continuar a pressionar para que se materialize antes de 2017.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG