Links de Acesso

"Oposição usa óculos escuros para não vêr realidade em Angola" - Manuel Vicente

  • Isaías Soares

Comício do MPLA, com Manuel Vicente, em Malanje, não reuniu 100 mil pessoas

Comício do MPLA, com Manuel Vicente, em Malanje, não reuniu 100 mil pessoas

Líder da UNITA acusa MPLA de querer intimidar o povo com ameaças de guerra

O número dois na lista eleitoral do MPLA, Manuel Vicente, acusou hoje a oposição de se recusar a ver a realidade em Angola.

Isto ao mesmo que Isaías Samakuva, líder do maior partido da oposição, a UNITA, acusava o governo de querer intimidar o eleitorado com ameaças de guerra caso as eleições não corram a seu favor.

Manuel Vicente disse em Malange que nos últimos anos o governo tem cumprido muitas das suas promessas em termos de construção de infra-estruturas e fez notar o aumento das indústrias em Malange.

“Desde que começou a campanha a oposição usa óculos escuros para não ver o que se passa á sua volta,” disse Vicente.

O líder da UNITA disse por seu turno que tinha havido grande aceitação por parte do eleitorado do programa da UNITA numa recente viagem que ele efectuou ppelas províncias da Lunda Norte, Lunda Sul e Moxico. Mas disse que havia “irregularidades” na campanha do MPLA nomeadamente através de uma tentativa de intimidar o eleitorado.

“O MPLA diz que se o povo não votar bem – e ninguém sabe o que significa votar bem – haverá guerra,” disse Samakuva que viu nisso uma tentativa de intimidação do eleitorado.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG