Links de Acesso

Malanje proibe moto taxis

  • Isaías Soares

Medida já em vigor no centro da cidade alargadas a outras áreas. Moto taxistas dizem que vão perder ganha-pão

As autoridades de Malanje decidiram alargar a partir de hoje, 5 de Outubro, a toda a cidade a proibição do serviço de moto-taxi, disse o comandante provincial da Polícia Nacional, comissário António José Bernardo.

Berrnardo disse que a actividade é ilegal, atrapalha o ordenamento do trânsito e contribui para o aumento de mortes e feridos por acidentes de viação.

Em 9 de Maio deste ano havia sido imposta uma proibição ao centro urbano, mas as autoridades decidiram alargar a proibição devido ao aumento de acidentes nalgumas áreas concorridas dos bairros periféricos.

Comissário Antonio José Bernardo

Comissário Antonio José Bernardo

Bernardo mencionou os mercados Provincial e Tchauande (Cangambo), seu corredor e outros locais confluentes como áreas de maior conflito.

Julante Alfredo José, moto-taxista há três anos, pai de um filho, disse que se a proibiçãofor implementada, muitas famílias passarão fome.

“Vai ser muito, muito complicado para nós que dependemos do táxi para o sustento,” disse

O secretário-geral adjunto da ala juvenil da UNITA, Gaio Kakoma, admitiu este Domingo que a medida foi precipitada, porque deveriam comunicar as razões.

“A UNITA também defende que os que fazem este trabalho têm que ter condições mínimas de segurança,” disse Kakoma.

Kakoma sublinhou que o seu partido "não está de acordo” com a medida.

XS
SM
MD
LG