Links de Acesso

Autoridades tomam medidas para impedir novas enxurradas em Benguela

  • João Marcos

Obras deverão estar terminadas até ao fim do ano

As autoridades angolanas estão a tomar medidas para tentar impedir a repetição da tragédia que ocorreu em Março em Benguela quando enxurradas causaram mortes e destruição.

O Ministério da Construção está a corrigir falhas na regularização do rio Cavaco, em Benguela.

O governador provincial visitou esta quinta-feira, 3, as obras em curso em dois dos vários afluentes, que não conseguiram em Março canalizar as águas para o mar.

As obras em curso nos rios Mina e Lengue, afluentes do Cavaco, devem estar concluídas em finais deste ano.

Os trabalhos não vão implicar a transferência da população ribeirinha, conforme garantiu um representante do Ministério da Construção.

O engenheiro do Ministério, Sebastião Kimbamba, disse, contudo, não poder assegurar que possam surgir novas enxurradas.

As obras foram visitadas pelo governador provincial, Isaac dos Anjos, numa jornada de campo que serviu para a inauguração do mercado de fruta do município sede.

O mercado, equipado com um parque e câmaras frigoríficas, tem bancadas para 240 vendedoras.

A maior parte vendia em condições inaceitáveis.

XS
SM
MD
LG