Links de Acesso

Unita diz que Governo central tem de ajudar vítimas das cheias em Benguela

  • João Marcos

MPLA garante que problema está a ser resolvido

O deputado e secretário da Unita em Benguela, Alberto Ngalanela, disse que o Governo central deverá intervir para resolver a situação das vítimas das enxurradas de Março. Em resposta um representante do MPLA garantiu que as autoridades locais continuam a fazer os possíveis para ajudar as vitimas na construção de habitação.

“É mais uma incoerência da parte do Executivo, e não tenho dúvidas, há situações que ultrapassaram a própria província”, disse Ngalanela.

Para ele, o "problema deve ser encarado como uma questão nacional, com a aplicação de casas acabadas para aquela população”.

Por sua vez, o segundo secretário do MPLA, o deputado Veríssimo Sapalo, membro do Comité Central, retorquiu afirmando estar satisfeito pelo facto do material de construção ter sido entregue “faltando apenas alguém para orientar como erguer as paredes”.

“É uma situação que nos preocupa, já que estamos a chegar à época chuvosa”, disse Sapalo, reiterando que as autoridades estão “a trabalhar no sentido de ajudar estas pessoas que estão com esta dificuldade”.

Refira-se que as enxurradas do passado mês de Março fizeram quase 100 mortos e nove mil desalojados

O Centro de Concentração do Camuringue, prestes a ser desmantelado, alberga a maior parte das famílias.

Há ainda sinistrados no bairro 17 de Setembro, arredores da cidade de Benguela.

XS
SM
MD
LG