Links de Acesso

Angola Fala Só: Bilhete de Identidade de Bonga


"Um povo que não intervém, que não se manifesta, é um povo boelo, burro."

Nesta Sexta-feira, 4 de Setembro o Angola Fala Só tem como convidado o cantor Bonga, conhecido pelo seu semba de mensagem, com letras interventivas. Numa entrevista ao Rede Angola, Bonga afirmou: "Vivo em Portugal mas tenho mais prémios do estrangeiro. Talvez esteja a pagar o preço por ter sido amigo de Jonas Savimbi, Samora Machel ou Holden Roberto. E pago a factura sempre que há negócios a fazer. Isso é muito triste para a nossa democracia".

Nome: Barceló de Carvalho (Bonga)

Data de Nascimento: 5 de Setembro 1943

Local de Nascimento: Porto Kipiri (Bengo) - Luanda

Profissão: Músico

Curiosidades: Tem 30 álbuns editados, quatro compilações e dois álbuns ao vivo. Recebeu a medalha de honra de Cavaleiro das Artes e Letras pelo Ministério da Cultura de França e entre Portugal, França e Holanda faz caber mil e um destinos onde a sua música e a bandeira angolana passam a ser reconhecidas.
Antes da música foi atleta do Benfica. Em 1966 foi "pescado" para representar o clube da metróple e, em Lisboa, juntou-se a músicos como Rui Mingas, Duo Ouro Negro ou Vum Vum.
Numa entrevista ao blog Buala/ Revista Austral, Bonga conta que foi André Mingas quem lhe levou a mensagem a Portugal de que ele constava da lista da polícia política portuguesa (também conhecida por PIDE), porque nas suas viagens para provas de atletismo ele aproveitava para disseminar a mensagem de repressão e discriminação que se vivia em Angola com o colonialismo.
Fugiu para a Holanda em 24 horas, onde foi reconhecido como campeão dos 400 metros e onde gravou o seu primeiro disco "Angola 1972".

Hobbies: Cozinhar é uma das suas paixões

Um homem político... Bonga foi sempre, desde a luta pela independência até aos dias de hoje, um ser político, que nas suas entrevistas deixa claro o quão importante é ter uma postura activa, de não indiferença perante os problemas. Poucos meses depois da prisão de 16 activistas em Luanda, também ele levantou a sua voz e tem-se feito ouvir pela sua libertação. Na entrevista de 31 de Agosto de 2015, ao Rede Angola, Bonga refere-se a apatia do povo como sendo burrice: "Um povo que não intervém, que não se manifesta, é um povo boelo, burro. Imitamos tanta coisa do Brasil, os cabelos, as modas, a música, mas não a manifestação. O povo inflamado do Brasil manifestou-se no outro dia. Também gostaria que em Angola se passasse o mesmo tipo de coisas quando se tem fome na barriga, as crianças não estudam, não há assistência médica."


Onde estava 11 de Novembro de 1975?
Segundo a sua biografia e entrevistas disponíveis na Internet estava pela Europa.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG