Links de Acesso

PGR acusa activistas de prepararem golpe de Estado em Angola

  • Redacção VOA

 João Maria de Sousa, PGR de Angola

João Maria de Sousa, PGR de Angola

João Maria de Sousa confirmou a prisão de 15 jovens, entre eles um oficial da Força Aérea.

O Procurador-Geral da República(PGR) de Angola confirmou em Luanda, nesta quarta-feira, 24, a detenção de 15 jovens, a quem acusa de estar a preparar um golpe de Estado por via da desobediência civil.

João Maria de Sousa, que falava à Rádio Nacional de Angola, desmistificou deste modo os termos usados até aqui pela Polícia quando afirmou que os acusados queriam “inverter a ordem pública”.

Segundo o PGR, a acção dos jovens tinha como fim a destituição do Presidente José Eduardo dos Santos e do seu Governo e anunciou a ocorrência de mais detenções, sendo a última das quais de um jovem oficial da Força Aérea, supostamente envolvido na conjura, e de um outro junto à fronteira com a República da Namíbia, cuja identidades não precisou.

João Maria de Sousa não adiantou as penas que pesam sobre os jovens alegando segredo de justiça, mas garantiu que as detenções foram feitas em obediência à Lei, estando em curso um processo de recolha de provas.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG