Links de Acesso

Nigéria em vias de ser mais atractivo para investimentos do que África do Sul

  • Redacção VOA

Map of Nigeria, Africa

Map of Nigeria, Africa

Um novo estudo de um dos maiores bancos sul-africanos prevê que a Nigéria está em vias de tornar-se no mais atractivo país para investimentos nos próximos dois anos comparado à África do Sul.

Numa altura que a África do Sul continua a ser o país mais atractivo para investimentos em África, e economia da Nigéria, o mais populoso do continente dá sinais de um rápido crescimento.

Durante três anos consecutivos a África do Sul liderou a lista de países na sondagem “Onde Investir em África” do Rand Merchant Bank.

Mas este ano o estudo prevê que a Nigéria deverá ultrapassar a Africa do Sul entre os próximos dois a quatro anos. O mesmo país já é líder na produção petrolífera no continente.

Este ano a Africa do Sul ainda mentem a primeira posição, isso enquanto a Nigéria passou de terceira para segunda, a frente do Egipto. O estudo destina-se a conferir aos investidores uma perspectiva alargada sobre os investimentos em África. Países como a Líbia e o Egipto, que actualmente vivem situações de distúrbios políticos e de segurança foram incluídos nas pesquisas, e encontram-se entre os dez primeiros Estados africanos.

Nema Ramkhelawan-Ban é uma analista do Rand Merchant Bank da África do Sul.

“Agora pode-se dizer que o Egipto perdeu algumas posições por causa dos tumultos políticos, mas não é necessariamente a razão de base na nossa qualificação. Tem a ver com o facto do rápido crescimento económico da Nigéria e também pelo alargamento do seu mercado com um potencial que realmente ultrapassará a África do Sul nos próximos anos.”

A Nigéria obteve igualmente imensos avanços no ranking mundial, ao subir 35 posições ao longo dos últimos dez anos ocupando actualmente a 38 posição. A África do Sul aparece no 33º lugar este ano.

Ramkhelawan-Bhan diz que a Nigéria já dispõe de um gigantesco mercado com 164 milhões de habitantes, e o tradicional mercado petrolífero está actualmente em diversificação, com crescimentos nos sectores da agricultura e de tecnologias. Esse crescimento está vias de ser reforçado quando o país reavaliar o seu crescimento do PIB, inicialmente previsto para finais deste ano.

A reavaliação ajuda os governos a ajustar os cálculos do PIB através de mudanças na economia, incluindo de novos sectores e indústrias. O Gana por exemplo reavaliou o seu PIB e a dimensão do mercado interno aumentou em 60 por cento. A Nigéria há 17 anos que não faz essa reavaliação.

Espera-se que na África do Sul o crescimento nos próximos anos ande a volta dos 3.2 por cento isso enquanto que na Nigéria está calculado a volta dos 6 por cento para o mesmo período.

A economia sul-africana assegura ainda, 17 por cento do potencial do mercado africano. O poder de compra tem sofrido está em queda com a crise da indústria mineira e de manufactura, assim como em resultado das revoltas dos trabalhadores e a baixa produtividade.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG