Links de Acesso

Vozes discordantes debatem futuro da UNITA


Partido vai a congresso este ano

A UNITA, principal partido da oposição em Angola, deu início a um debate sobre o seu papel na política do país.

UNITA tem que mudar, diz Kamalata Numa - 2:14
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:14 0:00

Alguns dizem que é hora de o partido deixar de ser oposição, a direcção acredita que a UNITA será poder em 2022 e um dos históricos do partido, Ernesto Mulato, afirma que a solução passa por um pacto social.

Candidato derrotado à presidência do partido, o general Abílio Kamalata Numa, que sempre criticou a forma como o partido tem sido conduzido, defende a saída urgente da oposição, caso contrário “a UNITA fica ultrapassada de vez”.

"O presidente Samakuva poderia responder a isso porque é ele que dirige o partido, este ano vamos a congresso e com certeza os militantes vão pronunciar-se se querem continuar da forma como temos o partido ou se querem o partido com outra dinâmica", desafiou Numa num recente encontro em Luanda para assinalar os 53 anos da fundação da UNITA.

O líder da UNITA não respondeu, mas o porta voz, Alcides Sakala, afirmou que “2022 pode ser o ponto de viragem na história do país, em termos de alternância política”.

Para aquele histórico do partido, “o quadro social e económico do país está cada vez mais difícil e a UNITA emerge neste contexto como a forca que traz esta esperança de poder vir a melhorar as coisas no futuro"

Em sentido contrário, outro histórico, o deputado Ernesto Mulato, afirmou que pelo sistema montado em Angola, nem a UNITA nem outro partido conseguirá alcançar o poder nas urnas “por causa do espectro de fraude que é uma forma de ser do partido no poder”.

Por isso, Mulato sugeriu um pacto social, sem avançar detalhes.

"Deve haver um pacto social, temos que parar e fazer um pacto e questionarmos o que podemos fazer juntos nos próximos seis anos em Angola, temos que encontrar pontos comuns", assegurou.

No ano em que completa 53 anos de existência, a UNITA tem vindo a homenagear o seu fundador, Jonas Savimbi.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG