Links de Acesso

Manica: Virose gripal provoca enchentes nos postos de despiste da Covid-19


Teste de Covid-19. Foto: AP/ Denis Farrell

Disparam números da Covid-19

Centenas de pessoas estão a fazer filas longas nos pontos de testagem da Covid-19 devido a um surto de virose gripal, na mesma altura em que dispararam os números de pessoas que testam positivo para o coronavírus, disseram à VOA, nesta segunda-feira (10) as autoridades de saúde de Manica.

Desde a segunda semana de Dezembro, a virose gripal, que provoca uma tosse seca e febres, os mesmos sintomas da Covid-19, forçou centenas de pessoas a procurar pelos serviços de saúde, e as autoridades admitem estar se perante “infecções sobrepostas”, e é preciso redobrar a prevenção para evitar o colapso do sistema.

“Os nossos pontos de testagem de Covid-19 nas unidades sanitárias têm estado muito abarrotados” de pessoas que procuram tirar dúvidas, com testes sobre o seu estado, disse à VOA Nuno Horácio, responsável do departamento de saúde pública nos Serviço Provincial de Saúde de Manica.

Horácio disse que são comuns as infecções das vias áreas respiratórias nesta época, e muitas pessoas estão familiarizadas com a doença, mas a simultânea e rápida propagação da virose gripal e Covid-19 gera alguma confusão.

“Começou com sintomas leves de febre, mas desenvolveu para uma tosse seca, e os meus patrões me dispensaram e só me readmitiram na casa quando voltei com um teste negativo de Covid-19”, à VOA, Elsa Tiago, da cidade Chimoio.

Situação diferente foi a de uma camponesa de Gôndola. “Todos na minha casa tivemos essa gripe, mas quando foi a minha vez de ir ao hospital, disseram que devia ficar isolado. Um dia depois saí, porque não via as vantagens de ficar naquele lugar”, explicou na condição de anonimato.

Disparam números da Covid-19

Entretanto, a província de Manica registou números recordes de novas infecções por Covid-19 desde a primeira semana de Dezembro até agora, ao disparar de 2% de taxa de positividade no início de Dezembro para 58% até domingo, 09 de Janeiro.

Segundo o responsável, em cada 500 testes, 11 eram positivos para a Covid-19, no início de Dezembro, mas actualmente para o mesmo número de testes, cerca de 300 pessoas testam positivo.

“O nível de infecção é relativamente maior, há uma propagação muito rápida da doença,” disse Nuno Horácio, sque acrescentou que as variantes Delta e Ómicron sãos responsáveis por essa subida exponencial de casos.

Saúde em Foco: O que sabemos sobre a variante Omicron?
please wait

No media source currently available

0:00 1:00:00 0:00

A província de Manica tem um cumulativo de 3.152 casos activos, 18 estão internados nos centros de internamento de Covid-19, oito dos quais foram internados nas ultimas 24 horas. O número cumulativo de óbitos se mantém em 34.

A província está agora a vacinar o grupo alvo, de 18 a 29 anos, tendo já alcançado 186 mil pessoas das 467 mil pessoas por cobrir durante esta fase. Igualmente está a aplicar a segunda dose às 61 mil pessoas vacinadas com a vacina da Astrazeneca, tendo 40 mil já aderido.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG