Links de Acesso

Vários cidadãos da Índia e Paquistão entre as vítimas do ataque a mesquitas na Nova Zelândia


O Paquistão e a Índia anunciaram hoje que vários dos seus cidadãos estão entre as 50 pessoas mortas no ataque de Sexta-feira a duas mesquitas na cidade de Christchurch na Nova Zelândia.

O ministério dos negócios estrangeiros paquistanês disse que nove dos seus cidadãos foram mortos enquanto a embaixada da India na Nova Zelândia disse que 5 das vítimas eram cidadãos indianos.

As autoridades neo zelandesas começaram entretanto a entregar os corpos de algumas vitimas às suas famílias de modo a que possam ser sepultados de acordo com a religião muçulmana.

A primeira-ministra neo zelandesa, Jacinta Arden disse que especialistas australianos na identificação de corpos tinham chegado para ajudar no processo de identificação, acrescentando esperar que todos os corpos possam ser entregues aos familiares até Quarta-feira.

O vice comissário da polícia reuniu-se com familiares das vitimas para explicar a necessidade de autópsias para o processo de investigação criminal.

Um cidadão australiano, Brenton Harris Tarrant de 28 anos de idade foi preso e acusado de assassinato.

Três outras pessoas que foram presas após o ataque foram libertadas por não terem qualquer ligação ao ataque mas as autoridades disseram não poder ainda descartar a possibilidade de haver outros suspeitos

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG