Links de Acesso

Universitários angolanos querem saber: Onde está o dinheiro das inscrições?


Universidade Agostinho Neto

O Movimento dos Estudantes Angolanos, MEA, quer que se ponha fim à cobrança de 4.000 Kwanzas por inscrição na Universidade Agostinho Neto.

Estudantes querem saber onde está o dinheiro das inscrições - 2:19
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:53 0:00

O pedido inserido num memorando enviado ao ministério do Ensino Superior e á reitoria da Universidade Agostinho Neto segue-se a uma queixa-crime entregue à Procuradoria-Geral da Republica por professores dessa universidade alegando mau uso desses montantes.

Francisco Teixeira, um dos dirigentes do MEA, disse á Voz da América que esse montante “é uma barreira” a muitos estudantes com boas notas que assim não conseguem entrar no ensino público por não terem esse valor.

“O ano passado houve 3.000 ou 4.000 mil vagas e inscreveram-se 50.000 pessoas o que quer dizer que a universidade Agostinho Neto arrecadou mais de 200 milhões de Kwanzas e até agora não tem justificado o que é que faz com esses valores”, disse Teixeira.

O dirigente do MEA disse ainda que para além da quantia que lhe é alocada no Orçamento Geral do Estado, a Universidade Agostinho Neto também recebe dinheiro “do fundo do petróleo”.

“Incompreensivelmente a Agostinho Neto insiste em cobrar 4.000 Kwanzas,” disse Francisco Teixeira para quem essa quantia deveria ser reduzida para 1.000 Kwanzas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG