Links de Acesso

UNITA diz que má gestão económica causou problemas no sector da saúde

  • Isaías Soares

Mardanês Agostinho

Responsável da Saúde reconhece problemas, mas aponta melhorias

A deficiente gestão dos recursos financeiros é a causa da falta de medicamentos, material descartável e recursos humanos na maioria das unidades hospitalares de Malanje, em particular, e no país em geral, acusou o secretário provincial da UNITA Mardanês Agostinho Calunga.

Calunga disse que caso a UNITA vença as eleições gerais do próximo dia 23 de Agosto, o Governo do seu partido vai responsabilizar os gestores e funcionários que furtam os bens adquiridos dos serviços de saúde.

“O roubo de medicamentos será uma infracção grave porque quando um enfermeiro, um técnico de saúde desvia uma seringa, um paracetamol, está a eliminar uma vida”, disse.

Em resposta, o director provincial da Saúde Avantino Sebastião reconheceu dificuldades no sector mas sublinhou os esforços que estão a ser feitos para melhorar a situação.

Director provinciual de saúde Avantino Sebastião
Director provinciual de saúde Avantino Sebastião

“Sabemos que temos que melhorar muito ainda no que concerne aos cuidados primários de saúde e atenção às nossas comunidades, mas estamos a trabalhar no sentido de reverter o quadro e cada vez mais mudar o quadro, e prestarmos os melhores serviços a população”, confirmou.

Sebastião confirmou a entrada em funcionamento este ano do centro de saúde do bairro Katepa, a sul da cidade de Malanje.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG