Links de Acesso

Unicef alerta para tráfico de menores "por encomenda" no mundo digital


Crianças exploram pequenos computadores portáteis na escola da missão católica Dom Bosco no Sambizanga, Luanda. Angola

A agência aborda a situação da "Criança no mundo digital" num novo relatório em que destaca que governos e sector privado devem ter papel relevante para proteger os menores dos perigos online e aumentar o acesso a conteúdos seguros.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, considera que milhares de crianças estão expostas a novos riscos no mundo digital.

Num estudo lançado esta semana, agência destaca que as redes fechadas, conhecidas como a DarkNet, permitem que a exploração, o tráfico e o abuso sexual de menores sejam "feitos por encomenda".

No relatório de 2017 sobre a situação da "Criança no mundo digital", a agência destaca que a forte presença de aparelhos móveis na vida dos menores tornou o acesso online menos controlado e, potencialmente, mais perigoso.

Em declarações à ONU News, o representante do Unicef em Angola, Abubacar Sultan, reconheceu os riscos da internet, mas destacou as vantagens.

"Os riscos podem em alguns casos agravar sobretudo as condições de vulnerabilidade de crianças à violência, ao abuso e à exploração. Mas, os benefícios são muito maiores. Por um lado, os riscos podem ser prevenidos e estando prevenidos deveríamos focalizar bastante, sobretudo, na vertente de benefícios criando uma oportunidade para, sobretudo, aqueles que são mais desfavorecidos tenham também acesso aos benefícios desta idade digital e possam fazer parte deste mundo".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG