Links de Acesso

Ucrânia: Forças russas assumem controlo da maior central nuclear da Europa


Câmara de segurança mostra chamas na central nuclear de Zaporizhzhia, Ucrânia, 3 Março 2022

Presidente Joe Biden conversou com seu homólogo ucraniano

Autoridades ucranianas informaram nesta sexta-feira, 4, que as forças russas assumiram o controlo da maior central nuclear da Europa, Zaporizhzhia, perto da cidade de Enerhodar, depois de bombardeá-la e provocar um incêndio em grande parte do complexo.

A Autoridade de Inspecção Nuclear da Ucrânia disse que não houve fuga de radiação nuclear e que os trabalhadores continuam a operar em segurança, depois dos bombeiros terem conseguido controlar as chamas na instalação.

Enerhodar é uma cidade geradora de energia crucial no rio Dnieper, a cerca de 700 quilómetros a sudeste de Kyiv, e produz cerca de 25% da energia da Ucrânia.

O Presidente americano, Joe Biden, conversou com o seu homólogo ucraniano Volodymyr Zelenskyy sobre o incêndio na central nuclear, de acordo com um comunicado da Casa Branca.

Ontem, em Washington, Joe Biden anunciou mais uma série de sanções contra oligarcas próximos de Vladimir Putin e a Casa Branca informou ter pedido ao Congresso uma ajuda suplementar de 10 mil milhões de dólares para "fornecer assistência humanitária, de segurança e económica adicional na Ucrânia e na região vizinha nos próximos dias e semanas".

Em comunicado, Shalanda Young, directora interina do Escritório de Gestão e Orçamento, avancou que o pacote vai garantir equipamentos de defesa, ajuda alimentar de emergência, envio de tropas dos EUA para países vizinhos e aplicação de sanções mais fortes.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG