Links de Acesso

Ucrânia: Escola de arte com 400 refugiados bombardeada pelas forças russas


Residentes caminham perto de edifício residencial destruído em Mariupol, Ucrânia

Uma escola de arte que abrigava 400 pessoas na cidade portuária sitiada de Mariupol, na Ucrânia, foi bombardeada pelas forças russas.

O conselho da cidade de Mariupol disse neste domingo, 20, que o edificio foi destruído no ataque, mas não avançou números de potenciais vítimas e sobreviventes.

"Na semana passada, vários milhares de moradores de Mariupol foram levados para o território russo", de acordo com um comunicado do conselho da cidade de Mariupol.

"É difícil imaginar que no século 21 as pessoas possam ser levadas à força para outro país", disse o presidente daquela cidade, Vadym Boichenko, no comunicado.

Entretanto, no sábado à noite, o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, disse que o comportamento da Rússia em Mariupol "ficará na história da responsabilidade por crimes de guerra".

Enquanto isso, autoridades na Ucrânia ainda não divulgaram o número de mortos após um ataque com mísseis russos na sexta-feira contra uma base militar onde soldados dormiam em quartéis, agora destruídos, na cidade de Mykolaiv, no sul da Ucrânia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG