Links de Acesso

Trump defende a partilha de informação com a Rússia

  • Redacção VOA

Presidente Donald Trump.

O presidente dos Estados Unidos tem o poder de desclassificar informação, mas especialistas estão preocupados por tal ter o potencial de afectar relações cruciais.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu, nesta terça-feira, a decisão de compartilhar informação com a Rússia, dizendo que divulgou factos numa reunião de conhecimento público na Casa Branca, na semana passada.

Reporta-se que a informação revelada ao ministro russo dos negócios estrangeiros, Sergei Lavrov, é relativa ao grupo Estado Islâmico.

No Twitter, Trump escreveu que "como presidente eu quis compartilhar com a Rússia, o que eu tenho o direito absoluto de fazer, factos relativos a terrorismo e a segurança de voos. Razões humanitárias, e além disso eu quero que a Rússia aumente a sua luta contra o Estado Islâmico e o terrorismo".

Na segunda-feira, o Conselheiro Nacional para a Segurança, H.R. McMaster, e outros altos funcionários da administração de Trump, disseram que notícias sobre a partilha de tal informação com os russos eram falsas.

As autoridades russas também disseram que as notícias eram falsas.

O presidente dos Estados Unidos tem o poder de desclassificar informação, daí que o que Trump fez não é considerado ilegal.

Mas especialistas em inteligência, citados pela imprensa, manifestaram preocupação pelo facto de a informação partilhada ter o potencial de prejudicar relações cruciais.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG