Links de Acesso

Trump cede e Senado deve aprovar a dotação orçamental para impedir fecho do Governo

  • Redacção VOA

Presidente americano adiou proposta de fundos para a construção do muro na fronteira com o México

A ameaça de paralisação do Governo dos Estados Unidos neste fim de semana aparentemente diminuiu nesta terça-feira, 25, depois de o Presidente Donald Trump ter recuado na exigência de que o Congresso incluísse o financiamento do muro que pretende erguer na fronteira com o México num projecto de lei sobre dotações orçamentais.

Trump admitiu esperar até que os seus colegas republicanos preparem o orçamento para o ano fiscal que começa a 1 de Outubro para procurar fundos para o muro

Os republicanos controlam as duas câmaras do Congresso, mas o actual projeto de lei de despesas, que tem que ser aprovado até a noite de sexta-feira, 28, precisa de 60 votos dos 100 membros do Senado, onde os republicanos têm apenas 52 cadeiras.

Líderes democratas disseram que não votariam o orçamento se os fundos para o muro fossem incluídos.

Com sua exigência de inclusão de fundos para a obra, Trump vinha correndo o risco de os opositores o culparem por uma paralisação parcial do Governo que começaria no sábado, dia em que o Presidente assinala os seus 100 dias no cargo.

As exigências da Casa Branca para que os contribuintes norte-americanos paguem a conta do muro fronteiriço enfraqueceram especialmente porque Trump fez campanha prometendo não somente construí-lo, mas fazer o México pagar por ele.

O líder democrata no Senado, Chuck Schumer, saudou a decisão de Trumo e observou que há republicanos que também se opõem ao muro.

Caso a dotação orçamental não for aprovada até à meia-noite de sexta-feira, o financiamento governamental irá acabar e centenas e milhões de servidores públicos do país serão dispensados temporariamente.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG