Links de Acesso

Trump anuncia tarifas a produtos do Brasil e da Argentina


Tarifas aplicadas em Março de 2018 tinham sido suspensas

O Presidente americano, Donald Trump, afirmou nas primeiras horas destasegunda-feira, 2, no Twitter que irá reinstalar imediatamente as tarifas norte-americanas sobre importações de aço e alumínio do Brasil e da Argentina.

Trump também pediu que o Federal Reserve, o banco central, impeça que países tomem vantagem de um dólar mais forte, desvalorizando suas moedas.

“Juros menores e afrouxamento-Fed!”, escreveu ele no Twitter.

Trump acusou Brasil e Argentina de desvalorizarem "maciçamente" suas moedas, o que não é bom para os americanos.

"Brasil e Argentina têm presidido uma desvalorização maciça de suas moeda. O que não é bom para nossos agricultores".

Ao desafiar o banco central americano a cortar juros, ele defendeu que desta formaimpediria “que países, que são muitos, não se aproveitem mais nosso dólar forte, desvalorizando ainda mais suas moedas. Isso torna muito difícil para nossos fabricantes e agricultores exportarem seus produtos de maneira justa".

Donald Trump tinha anunciado em Agosto do ano passado um alívio nas cotas de importação de aço e alumínio que excedam as cotas livres do pagamento das sobretaxas impostas por Washington em Março do mesmo ano.

A decisão de flexibilizar a tarifa atingiu as cotas de aço da Coreia do Sul, Brasil e Argentina e do alumínio da Argentina.

Desde então, as empresas americanas que comprarem aço do Brasil não precisavam pagar 25 por cento a mais sobre o preço original, caso comprovem falta de matéria-prima no mercado interno.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG