Links de Acesso

Tribunal absolve estrangeiros detidos em mesquita na Lunda Norte


Juiz não encontra provas de desacato às autoridades

O Tribunal da Lunda Norte absolveu nesta quarta-feira, 6, os nove estrangeiros detidos na passada sexta-feira numa mesquita por alegado crime de desacato e de agressão às autoridades policiais, por falta de provas.

Antonio Muaria, responsável da Comunidade Muçulmana na Lunda Norte, confirmou à VOA a decisão do juiz e sublinhou que “eles foram para casa porque não há provas”.

Rodrigues Zeca, porta-voz da Delegação do Ministério do Interior na Lunda Norte, disse à VOA que os sete cidadãos da Guiné-Conacri e dois da Mauritânia foram detidos por desacato às autoridades numa mesquita que funcionava, à revelia do Governo, e que viria a ser encerrada no âmbito da Operação Resgate.

Entretanto, Muaria reposta e diz que eles não atacaram a polícia.

“Agora estão a acusar os coitados dos estrangeiros, que foram detidos nas suas cantinas. O ferimento que o polícia tem é por causa da obra dentro da mesquita e nada tem a ver com agressão, não houve nenhuma agressão”, concluiu.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG