Links de Acesso

Treze jovens massacrados em Casamance

  • Redacção VOA

Guerrilheiro spearatista de Casamance

Homens armados executaram 13 jovens numa floresta da região de Casamance no Senegal.

Um porta-voz do exército disse que sete outros jovens foram feridos.

O Presidente do Senegal Macky Sall descreveu o ataque como um acto de “rara barbaridade”, convocou uma reunião do seu conselho de segurança nacional e enviou uma delegação ministerial á zona.

Um sobrevivente Amadou Diallo, disse que os jovens estavam a apanhar lenha na floresta de Bayotte a 20 quilómetros da capital regional Ziguinchor.

Os jovens foram obrigados a deitar-se no chão por dois homens armados que depois os assassinaram a tiro.

O Movimento das Forças Democráticas de Casamance iniciou uma rebelião armada em 1982 mas há muito que não leva a cabo ataques contra o exército que mantém uma grande presença na zona que faz fronteira com a Guiné Bissau.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG