Links de Acesso

Trending: Adeus lendas do rock e do reggae, Eddie Van Halen e Johnny Nash


Guitarra feita por Eddie Van Halen na exposição "Play It Loud: Instruments of Rock & Roll" no Museu Metropolitano de Arte em Nova Iorque, 1 abril, 2019.

As mortes de Eddie Van Halen e Johnny Nash marcam o dia.

A morte de Van Halen, o génio da guitarra eléctrica, foi anunciada no final do dia de ontem. Ele tinha 65 anos e não resistiu a um cancro.

Van Halen em Concerto - Nova Iorque, Janeiro 2012
Van Halen em Concerto - Nova Iorque, Janeiro 2012

Nascido na Holanda e criado na Califórnia, Van Halen fundou o grupo de rock com seu irmão mais velho Alex nos anos 1970 e rapidamente conquistou uma base de fãs.

O grupo, considerado um dos grupos de rock americano mais influentes de todos os tempos, é conhecido por clássicos como "Jump", "Panama", "Runnin 'with the Devil" e o solo de guitarra "Eruption".

Van Halen vendeu mais de 75 milhões de álbuns e tem mais hits número um na parada de rock mainstream dos Estados Unidos do que qualquer outro artista, de acordo com o selo da banda.

O álbum "1984" do Van Halen, de 1984, seria o ponto alto da banda, dando-lhe seu único single número um, "Jump".

'Não bebia para as festas'

A tensão criativa dentro da banda aumentou durante a digressão "1984", com o desentendimento entre Eddie Van Halen e o vocalista original David Lee Roth. Roth deixou a banda em abril de 1985.

Uma das suas queixas com Eddie Van Halen foi supostamente o seu trabalho externo, que incluiu a apresentação do single de Michael Jackson em 1983, "Beat It".

No entanto, a banda Van Halen anunciou uma digressão de reunião em 2007 com Roth a apresentar-se com o grupo pela primeira vez em 22 anos.

Outra digressão planeada para 2012 teve que ser cancelada depois que Eddie Van Halen teve que passar por uma cirurgia de emergência.

Mas a banda reuniu-se novamente em 2015 para uma extensa digressão norte-americana.

Eddie Van Halen era conhecido por ter problemas de saúde que interferiam no seu trabalho por anos.

Ele foi submetido a uma cirurgia no quadril em 1999 e teve parte da sua língua removida em 2000, após ser diagnosticado com cancro de pulmão, provavelmente por causa do tabaco.

O seu uso de drogas e bebidas contribuíram para i seu divórcio em 2007 da atriz Valerie Bertinelli, após 16 anos de casamento.

“Eu era um alcoólatra e precisava do álcool para funcionar”, disse ele numa entrevista de 2015 à revista Billboard.

"Eu não bebia para festas. Álcool e cocaína eram coisas particulares para mim. Eu os usava para trabalhar. A cocaína mantém-te acordado e o álcool diminui as tuas inibições. Tenho a certeza de que houve coisas musicais que eu não teria tentado se eu não estivesse naquele estado mental."

Eddie Van Halen deixa a sua segunda esposa Janie Liszewski e o seu filho.

Johnny Nash eternizou “I Can See Clearly Now”

O cantor americano Johnny Nash, conhecido pelo sucesso do reggae dos anos 1970 "I Can See Clearly Now", morreu aos 80 anos em sua casa, disse o seu filho ao site de celebridades TMZ e à estação de televisão Los TV Angeles.

Nash morreu na terça-feira de causas naturais, seu filho, John Nash III, disse ao TMZ.

"Ele era um pai e um homem de família maravilhoso. Amava as pessoas e o mundo. Ele fará falta dentro de sua comunidade. Família era tudo para ele ", disse o filho de Nash ao TMZ.

"I Can See Clearly Now", lançado em 1972, liderou a Billboard Hot 100 chart por quatro semanas e tornou-se um sucesso no Canadá, Reino Unido e África do Sul.

Nash nasceu em Houston e começou a sua carreira no final 1950 como cantor e ator. Ele mudou-se para a Jamaica em meados da década de 1960, onde foi influenciado pela música reggae.

Nash também marcou sucessos com a sua versão de "Stir It Up" de Bob Marley e "There are More Questions Than Answers." Outra música famosa do cantor foi “Tears on My Pillow”.

O seu último álbum de estúdio, "Here Again", foi lançado em 1986.

Johnny Nash morreu aos 80 anos, de causas naturais, disse o seu filho ao site americano de entretenimento TMZ.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG