Links de Acesso

Um forte sismo de magnitude 6.1 atingiu a costa leste do Japão nesta Quarta-feira 19 de Setembro, quando no Japão já era madrugada de 20 de Setembro.

Apesar do impacto do sismo, as autoridades não emitiram alerta de tsunami.

O tremor de terra foi sentido a 281 quilómetros a leste da cidade de Kamaishi em Honshu, a maior ilha japonesa, numa profundidade de 10 quilómetros, segundo o Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos (USGS - sigla em inglês).

A Agência Meteorológica do Japão disse que não lançado alerta de tsunami e o USGS diz que em Honshu o tremor foi fraco e o risco de danos era muito pequeno.

O Japão localiza-se numa junção de quatro placas tectónicas e todos os anos passa pela experiência de violentos tremores de terra, mas com os códigos de construção bastante rígidos em vigor os estragos são por norma pequenos.

Em Março de 2011 um maremoto causou uma das maiores tragédias naturais do país, um tsunami que atingiu a costa nordeste, deixando mais de 18 mil mortes e desaparecidas e mandando abaixo três reactores da usina nuclear de Fukushima.

Foi o pior acidente nuclear do mundo, desde Chernobyl em 1986. A empresa de energia Tokyo Electric está a tentar limpar e desmantelar os reactores num processo que se espera que leve décadas.

com France Press

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG