Links de Acesso

Trabalhadores de fábrica de cimentos em greve no Kwanza Sul


Cerca de 200 trabalhadores da empresa supervisora da Fábrica de Cimentos do Kwanza Sul entraram em greve.

As reivindicações incluem o reajuste dos salários ao câmbio do dólar e o pagamento dos subsídios de risco e de saúde.

Greve na fabrica de cimentos no Kwanza Sul - 2:04
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:04 0:00

Os trabalhadores da supervisora da FCKS, a empresa NL Supervision, desencadearam a greve com cartazes e exigem o afastamento do director António Mário.

O responsável do sindicato Domingos Silvério disse que a empresa tinha assumido que deveria pagar o subsídio de risco e “depois negou-se em dar isto a partir de Maio do ano passado”.

Silvério afirmou que a empresa tinha também dado aos trabalhadores um cartão de saúde, mas "não cobre nenhum medicamento, é simplesmente para consultas”.

Contactado pela VOA, António Mário disse não poder falar sem autorização superior.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG