Links de Acesso

Trabalhadores da Sociedade Mineira do Cuango em greve


trabalhadores em greve

PIR acusada de agredir trabalahdores a pedido da empresa

Os trabalhadores da Sociedade Mineira do Cuango estão em greve desde Domingo (22) em protesto contra supostas agressões e ameaças com armas de fogo, feitas pela Polícia de Intervenção Rápida (PIR), a mando da direcção empresa.

De acordo com Nelson David Samuhanga, tudo começou depois dos trabalhadores exigiram o levantamento de um castigo aplicado ao secretário sindical por razões que afirmam não terem qualquer fundamento.

O castigo aplicado ao secretário sindical é interpretado pelos trabalhadores como sendo retaliação contra os contactos que estes mantiveram com deputados durante uma recente visita à região.

“Depois dos deputados voltarem a empresa instaurou um processo disciplinar ao primeiro secretário onde a empresa inventou muitas coisas”, disse Samuhanga, acrescentando que tinha “i8ventado” uma paralisação de trabalho que não existiu.

“Chamaram a Polícia, vieram com tiro, granadas, iniciaram a rebentar os nossos meios, os nossos colegas pararam no hospital, algemaram os nossos colegas”, disse.

Os grevistas exigem como condição para o levantamento da greve a dispensa dos expatriados em idade de reforma, a anulação da sanção disciplinar contra o secretário sindical e o afastamento de alguns responsáveis da empresa acusados de serem os principais mentores dos maus tratos e despedimentos ilegais de trabalhadores.

Os grevistas reclamam também o equilíbrio salarial entre nacionais e estrangeiros com a mesma qualificação profissional estando a exigir do organismo de tutela, uma sindicância à tesouraria da empresa.

A Sociedade Mineira do Cuango é integrada pelas empresas Endiama,ITM e Lumia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG