Links de Acesso

São Tomé e Príncipe: Trabalhadores da Função Pública regressam às ruas por aumento salarial


Cidade de São Tomé, São Tomé e Príncipe

Sindicatos marcam manifestação para sexta-feira e acusam o Governo de não cumprir acordo assumido entre as partes

A Organização Nacional dos Trabalhadores de São Tomé e Príncipe (ONTSTP) anunciou nesta terça feira, 14, que vai sair às ruas em manifestação na sexta-feira, 17, em protesto pelo incumprimento do acordo celebrado com o Governo para o aumento do salário mínimo da função pública.

O secretário-geral da maior central sindical do país, João Tavares, acusou o Executivo de pretender arrastar o processo, para não assumir os compromissos celebrados com os trabalhadores.

São Tomé e Príncipe: Trabalhadores da Função Pública regressam às ruas por aumento salarial - 3:00
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:32 0:00


Após vários dias de negociação com vista à implementação do acordo assinado em Fevereiro passado, as partes não alcançaram o consenso.

“O Governo continua a não querer assumir o salário mínimo de 2.500 dobras, cerca de 120 doláres, acordado com os trabalhadores”, afirmou João Tavares, que, acusa o Executivo de rodeios sem fundamentos.

“Se os funcionários públicos querem ver o resultado deste memorando nos seus bolsos, temos que agir. A greve é a única saída”, conclui o líder da maior central sindical do país.

Perante este aviso de greve, o secretário-geral do Sindicato dos Professores, Gastão Ferreira, alerta para as consequências na realização dos exames nacionais e na conclusão do ano lectivo.

“Vamos ter um ano lectivo comprometido”, diz o sindicalista que também tem participado nas negociações com o governo.

A VOA contactou o ministro das finanças, Engrácio da Graça que prometeu pronunciar-se, mas até agora não o fez.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG