Links de Acesso

Terremoto deixa mais de mil mortos no Afeganistão e Governo fala em desastre humanitário


Casa destruída por terremoto no Afeganistão, 22 Junho 2022

Os números de vítimas podem ser bem superiores

Um terremoto de magnitude 5,9 matou mais de mil pessoas no leste do Afeganistão nesta quarta-feira, 22, e, segundo autoridades locais, pelo menos mais 1.500 ficaram feridas.

O terremoto aconteceu no início da madrugada, a 44 quilómetros da cidade de Khost, perto da fronteira com o Paquistão, de acordo com dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

O tremor ocorreu a 10 quilómetros de profundidade e foi sentido na capital Cabul e nos vizinhos Índia e Paquistão.

O USGS, que monitora movimentos sísmicos em todo o mundo em tempo real, indicou uma magnitude 5,9 na escala de Ricther, enquanto o Departamento Meteorológico do vizinho Paquistão apontou para 6,1.

Um porta-voz do Ministério do Interior disse que "o número de mortos provavelmente aumentará, pois algumas das aldeias estão em áreas remotas nas montanhas e levará algum tempo para coletar detalhes".

O Governo do Afeganistão classificou a situação de desastre humanitário, a que se acrescenta a grave crise económica que vive o país desde que o Talibã assumiu o poder em Agosto do ano passado.

O vice-porta-voz do executivo Bilal Karimi pediu "às agências de ajuda que proporcionem assistência imediata às vítimas do terremoto para evitar um desastre humanitário".

Ele indicou que várias casas foram destruídas e muitas pessoas estão presas nos destroços.

As autoridades lançaram uma operação de resgate e assistência humanitária.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG