Links de Acesso

Sindicatos apelam Governo a conter o aumento do custo de vida em Moçambique

  • Ramos Miguel

Preços dos produtos dispararam

Tema vai dar o moto às celebrações do Dia do Trabalhador

Apelos ao Governo moçambicano para que tome medidas para conter o elevado custo de vida no país vão dominar as celebrações do Primeiro de Maio, Dia Internacional dos Trabalhadores, na próxima segunda-feira.

Este ano, as celebrações vão ter lugar poucos dias depois de o Governo ter anunciado aumentos salariais, que, na opinião de alguns sindicalistas, vão ser corroídos pelo elevado custo de vida.

O secretário-geral da Organização dos Trabalhadores de Moçambique, central sindical, Alexandre Munguambe, considera que a carestia da vida está a ser insuportável.

Aquele líder sindical afirma que "algo deve ser feito para mitigar a crise económica e financeira que Moçambique está a atravessar".

Por seu turno, o secretário-geral da Confederação Nacional dos Sindicatos Independentes e Livres de Moçambique, Jeremias Timane, afirma que cabe ao Governo adoptar políticas que "protejam os trabalhadores e suas famílias".

Em Moçambique, as celebrações do Primeiro de Maio vão ser catacterizadas por desfiles de trabalhadores em alguns dos principais centros urbanos do país.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG