Links de Acesso

Sindicalista denuncia perseguição por revelar mortes, hospital nega


Adriano Manuel, presidente do Sindicato Nacional dos Médicos

O presidente do Sindicato Nacional dos Médicos de Angola, Adriano Manuel, diz estar a sofrer intimidações e perseguições por ter denunciado mortes devido às más condições nos hospitais.

Em entrevista à VOA, o sindicalista afirma ter sido notificado para responder a um processo disciplinar que pode culminar com a sua despromoção, em virtude de ser médico no estabelecimento.

Adriano Manuel acrescenta que a direção do Hospital Pediátrico David Bernardino entende que a denúncia que fez enquanto sindicalista constitui uma quebra de sigilo profissional e, por isso, deve ser responsabilizado.

Ele esclarece não estar preocupado com a referida despromoção, mas lamenta o fato de ver por todo país crianças a morrerem devido às más condições nos hospitais.

“Realmente continuam as mortos e vamos confiar na justiça angolana”, reitera.

A VOA tentou contatar a direção do Hospital Pediátrico, David Bernardino, mas sem sucesso, entretanto, em declarações aos órgãos públicos, o diretor Francisco Nunes confirmou o processo, mas negou qualquer perseguição ao sindicalista.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG