Links de Acesso

Seis policias detidos por extorsão em Manica

  • André Baptista

Polícia anuncia purificação da corporação

Pelo menos seis agentes da Polícia da Republica de Moçambique (PRM) em Manica respondem a processos criminais e disciplinares por extorsão a nacionais e estrangeiros, informou esta terça-feira, 18, a corporação.

De Janeiro a Março último, os agentes extorquiram dinheiro a cidadãos nacionais, a maioria por falta de documentos de identidade, e a estrangeiros, sobretudo zimbabweanos e malawianos, que além de bens alimentares, procuram fazer trocas comerciais nas cidades de Manica e Chimoio.

“Na maioria dos casos, os agentes é que mostram a iniciativa de extorsão aos cidadãos”, frisou Elsidia Filipe, porta-voz do comando da Polícia de Manica, acrescentando que a extorsão envolveu patrulheiros da polícia, que garantem protecção nos terminais rodoviarias e principais mercados.

"A Polícia não coaduna com estes comportamentos e no âmbito de purificação da fileiras foram abertos processos por extorsão e os agentes deverão responder criminal e disciplinarmente”, sublinhou Elsídio Filipe.

Nos casos em apreço, disse Filipe, os agentes ameaçaram de prisão os cidadãos e pediram dinheiro em troca de liberdade e, noutros casos, retiveram os passaportes de estrangeiros e exigiram dinheiro a mulheres que foram fazer negócios na região.

Na semana passada a polícia anunciou a detenção de um membro da corporação, que com arma e farda da corporação, comandava uma numerosa quadrilha de assaltantes e violadores, que tinha como alvos principais cidadãos de nacionalidade chinesa

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG