Links de Acesso

Seis dos 10 piores países para crianças em zonas de guerra são africanos


Criança-soldado na República Democrática do Congo

Save the Children revela que cerca de 360 milhões de crianças vivem em zonas de guerra

Seis países africanos estão entre os 10 piores do mundo para se ser uma criança numa zona de guerra, revela um relatório da organização Save the Children divulgado nesta quinta-feira, 15.

Somália, Nigéria, Sudão do Sul, República Democrática do Congo, Sudão e República Centro Africana integram a lista, que é liderada pela Síria, seguido do Afeganistão.

"Crimes como estes contra crianças são o pior tipo de abuso imaginável e são uma violação flagrante do direito internacional", disse Carolyn Miles, presidente da Save the Children, adiantando que cerca de 360 milhões de crianças vivem em zonas de guerra

O relatório analisa factores como ataques contra escolas, o recrutamento de crianças soldados, violações, assassínios e falta de acesso humanitário.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG