Links de Acesso

Roubo de bandeira da UNITA termina em prisões em Cuando Cubango


Adriano Sapinala acusa MPLA

UNITA acusa MPLA de infiltrar um militante no seu comité que provocou os confrontos

O secretário provincial da UNITA na província do Cuando Cubango, Adriano Sapinala, queixa-se de ilegal e injusta a detenção de que foram alvos seis dirigentes do seu partido, pela policia local, no passado dia 3.

Membros da UNITA presos no Cuando Cubango - 3:51
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:51 0:00

Sapinala afirma à VOA que tudo começou com a introdução de um militante do MPLA, de nome“Chimuco”, no comité da UNITA que depois viria aderrubar o mastro e a roubar a bandeira do partido.

Também a polícia reteve uma viatura do partido.

Aquele responsável da UNITA diz não compreender como é que os quadros do partido foram convertidos de vítimas a arguidos.

O director-adjunto dos Serviços de Investigação Criminal (SIC), Job de Almeida, diz que a apreensão da viatura tem a ver com o uso do referido meio num suposto acto de tentativa de impedir a acção da corporação.

A VOA sabe que o julgamentosumário deve acontecer ainda nesta quinta-feira, 9, no tribunal provincial do Cuando Cubango.

XS
SM
MD
LG