Links de Acesso

Restos mortais de Dlhakama transladados para Hospital da Beira


Afonso Dhlakama (dir) e sobrinha Ivone Ramos (esq)

Família quer enterro no cemitério da família em Mangunde

Os restos mortais de Afonso Dhlakama, líder da Renamo, foram transladados na madrugada desta sexta-feir, 4, para a morgue do Hospital Central da Beira.

Uma fonte do partido disse à VOA que a caravana que transportou o corpo do líder do maior partido de Moçambique chegou cerca das três horas na Beira, proveniente da Gorongosa, onde morreu ontem Afonso Dhlakama por complicações de diabetes.

A Comissao Política da Renamo, que chegou esta manhã à cidade da Beira, deverá se reunir com a família de Dhlakama para decidir sobre o funeral.

A mesma fonte do partido garantiu que os parentes mais próximos de Dhlakama exigem que o funeral seja realizado no cemitério famíliar em Mangunde, na terra onde o pai de Afonso Dhlakama é regulo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG