Links de Acesso

Renamo denuncia prisão de um delegado em Mocímboa da Praia

  • André Baptista

António Muchanga

António Muchanga diz que Macassare Ansumane e seu cunhado, Herminio Matibango, estão incomunicáveis na Polícia

A Renamo, principal partido da oposição em Moçambique, denunciou nesta terça-feira, 10, a detenção de dois membros daquele partido em Mocímboa da praia, que foi palco de confrontos entre a Polícia e um grupo de atacantes.

Os dois membros, um delegado do bairro Mwengue, Macassare Ansumane e seu cunhado, Herminio Matibango, foram capturados por um contigente da Polícia na manhã de sabado, 6, e levados ao comando local, e desde então estão impedidos de ter qualquer contacto externo, incluindo de familiares, partido e advogados.

António Muchanga, porta-voz da Renamo, disse à VOA haver oportunismo político na detenção dos membros da Renamo, para supostamente ligar-lhes à violência de quinta e sexta-feira, que deixou 16 mortos, dos quais 14 atacantes e dois polícias.

“Se há uma evidência de eles estarem envolvidos em alguma coisa, que se diga, que são acusados disso ou daquilo”, desafia António Muchanga, quem manifesta-se preocupado com o isolamento a que os dois presos estão votados.

Um grupo de atacantes atacou na quinta-feira, 5, em siimultâneo várias esquadras da Polícia e tomou o controlo momentâneo da vila de Mocîmboa da Praia, uma vila satélite de Pemba, a capital da provincia de Cabo Delegado.

A Polícia recuperou o controlo da vila no inicio de sabado.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG