Links de Acesso

Reino Unido expulsa diplomatas russos e suspende contactos a alto nível


Theresa May acusa Rússia de envenenamento de ex-espião

Conselho de Segurança reúne-se hoje para analisar o caso

O Conselho de Segurança das Nações Unidas reúne-se nesta quarta-feira, 14, em regime de urgência para analisar o caso do envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal em Inglaterra, anunciou a presidência holandesa em exercício daquele órgão da ONU.

A sessão pública foi pedida pelo Reino Unido para "informar" o Conselho de Segurança sobre "o ataque ocorrido a 4 deste mês em Salisbury", indicou a mesma fonte.

Entretanto, em Londres, a primeira ministra Theresa May acusou a Rússia de atentar contra a vida do antigo espião Serguei Skripal e anunciou a expulsão de 23 diplomatas russos, a suspensão de relações bilaterais a alto nível entre os dois países, a suspensão da visita do ministro russo das Relações exteriores Serguei Lavrov a Londres, bem como a anulação da deslocação da família real ao Mundial de Futebol.

Antes, a Rússia tinha avisado que "não admite as acusações sem provas" e os ultimatos de Londres, que exige explicações de Moscovo sobre o envenenamento do ex-espião Serguei Skripal e filha em Inglaterra.

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, disse "esperar que o bom senso prevaleça".

A Rússia, insistiu, "não tem qualquer relação com o que se passou na Grã-Bretanha".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG