Links de Acesso

Rádio Despertar aposta em melhores dias em 2018


Emanuel Malaquias, director-geral da Rádio Despertar

No dia em celebra 11 anos de existência, aponta para incentivos aos trabalhadores e extensão a toda Angola

A Rádio Despertar Comercial, próxima da UNITA, completa 11 anos de existência nesta terça-feira, 26, eentre os desafios para 2018 a gerência enumera criar novos incentivos financeiros aos seus trabalhadores, principalmente os jornalistas, e estender o sinal da rádio a todo o país, como consta na lei.

De um tempo a esta parte, muitos dos seus profissionais têm abandonado a rádio, alegadamente por falta de bons salários e condições de trabalho.

Radio Despertar completa 11 anos no meio de dificuldades - 1:32
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:32 0:00

O director-geral da rádio Emanuel Malaquias diz que só existe uma maneira para inverter este quadro: pagar bem os funcionários e criar outros incentivos.

Malaquias promete dias melhores para o ano que se avizinha.

“Vamos criar vários incentivos financeiros, editoriais e outros para que os profissionais tendem a ficar connosco", prometeu.

O responsável da rádio, também conhecida como a “Voz do Cidadão” diz que apesar da legislação existente a sua rádio é tratada como enteada pelas instituições do Estado.

"Nunca recebemos nada do Estado, contrariamente a outros órgãos privados, se calhar pelo facto de termos resultado de um acordo político de então e da conotação a um partido politico", questionou Malaquias.

Outro grande desafio para o futuro é estender o sinal da rádio a outras partes do país, como diz o antigo Presidente do Conselho de Administração da emissora Adalberto da Costa Júnior.

"Apesar de estar na lei, a Rádio Despertar continua a transmitir apenas em Luanda e nós queremos alterar isto", concluiu Costa Júnior no dia de mais um aniversário da emissora.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG