Links de Acesso

Radar Magrebe Lusófono #22: MALI, relato do massacre de fulas na aldeia de Ogossagou


O seguinte relato chegou do terreno à caixa postal do Politólogo e Arabista da VOA, Raúl M. Braga Pires. Aqui fica, na tradução literal:

“Entre as 05h e as 06h de Sábado, 23 de Março, centenas de terroristas genocidas Dozos, da Milícia Paramilitar Dan Nan Ambassagou, dirigida por Youssouf Toloba, atacou a aldeia de Ogossagou, que servia de refúgio a centenas de refugiados de étnia Fula. De acordo com as autoridades locais, contabilizam-se pelo menos 110 fulas mortos, dos quais uma trintena de mulheres, incluindo grávidas e com crianças de colo (20), velhos, entre os quais se confirma o Chefe da Aldeia, Amadou Barry (70 anos), degolado frente à sua mãe (ela também executada depois) e o grande humanitário marabuto, Bara sekou Issa (78 anos), que alimentava praticamente todos os deslocados fulas. Foram também assassinados outros 18 membros da sua família. Os terroristas Dozos incendiaram toda a Aldeia, calcinaram várias pessoas, degolaram e também amputaram mãos e mataram cavalos e queimaram gado caprino. Estavam munidos de armas de guerra, de granadas e de coletes à prova de bala, bem coordenados e treinados para matarem.

A Juventude Tabital condena e pede à Comunidade Internacional que faça algo, antes que seja tarde demais.”

Outra fonte, confirma também que foram mortos 135 fulas neste ataque, mas que o total da semana se deverá saldar nuns 400, já que este tipo de ataques às comunidades Fulas tem vindo em crescendo na região.

Politólogo/Arabista Voz da América-português

https://maghrebmachrek.wordpress.com/

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG