Links de Acesso

Rússia: preso ex-jornalista e assessor de agência espacial por traição


Um ex-jornalista e assessor do chefe da agência espacial russa Roscosmos foi detido nesta terça-feira acusado de traição por divulgar segredos militares estaduais, anunciaram as autoridades russas.

A detenção de Ivan Safronov em Moscovo, dizem as autoridades, não estava relacionada com o seu emprego na agência espacial e que está em curso uma investigação.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que Ivan Safronov foi acusado de "cometer alta traição" e "transferir informações secretas para serviços de inteligência estrangeiros". Ele acrescentou que, até onde o Kremlin sabia, a detenção de Safronov não está "absolutamente relacionada" ao seu trabalho anterior como jornalista.

O Federal Security Services (FSB) que deteve Safronov disse à agência de notícias TASS que Safronov estava a passar a serviços de inteligência de um país membro da NATO dados confidenciais sobre a cooperação militar e técnica da Rússia.

Safronov era anteriormente um jornalista bem conhecido que trabalhava para os jornais independentes Kommersant e Vedomosti, onde reportava sobre política, forças armadas e programas espaciais da Rússia. Começou a trabalhar como assessor de políticas de informação na Roscosmos em maio deste ano.

Em 2019, a Kommersant removeu de seu site um artigo em co-autoria de Safronov sobre a entrega de jatos russos ao Egito depois que processos judiciais foram abertos para a divulgação de segredos de estado. Ele foi forçado a renunciar ao Kommersant em maio do ano passado, após a publicação de um artigo sobre o presidente da Câmara Alta do Parlamento da Rússia que ele escrevia estava a planear renunciar. Toda o desk político do jornal renunciou em protesto contra a demissão de Safronov e outro colega cujo nome aparecia na história.

Vários ex-colegas manifestaram-se contra a detenção de Safronov nas redes sociais na terça-feira, dizendo que o ex-jornalista estava a ser perseguido pelas suas reportagens e que ele era inocente das acusações.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG