Links de Acesso

Rússia diz ter destruído depósito de armas ocidentais na Ucrânia com mísseis "cruise"


Navio russo a disparar um míssil cruise (Foto de arquivo)

A Rússia disse hoje ter disparado mísseis cruise para destruir um enorme armazém com armas de países europeus e dos Estados Unidos na região de Ternopil, no ocidente da Ucrânia, enquanto prosseguem combates de rua na cidade de Sievierodonetsk.

A agência de notícias russa Interfax afirmou as forças de Moscovo tinham abatido quatro aviões ucranianos SU-25 perto de Kharkiv e Donetsk.

O governador da região de Ternopil reconheceu que um ataque de rockets disparados do navios no Mar Negro tinha parcialmente destruído um complexo militar e que 22 pessoas ficaram feridas.

Uma fonte local disse que não havia quaisquer armas armazenadas no local.

O Presidente russo Vladimir Putin afirmou neste mês que as suas forças iriam atacar novos alvos se o ocidente fornecer mísseis de longo alcance à Ucrânia que tem estado a apelar para a entrega mais rápidas dessas armas.

O governador da região de Luhansk disse, entretanto, que forças ucranianas e russas continuam envolvidas em combates de rua na cidade de Sieviorodonetsk em parte pulverizados pelos combates mais violentos desde o começo da invasão russa.

Ele acrescentou que as forças russas ocuparam a maior parte da cidade mas que tropas ucranianas controlam a zona indsutrial da cidade.

Por outro lado, na vizinha cidade de Lysychanks – do outro lado do rio Donetsk – uma mulher morreu após um bombardeamento russo que destruiu quatro casas e um centro comercial.

Entidades locais disseram que bombardeamentos russos destruíram uma ponte que liga as duas cidades, o que cortou uma rota de evacuação.

Há, contudo, três outras pontes ainda a funcionarem.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG