Links de Acesso

Protestos na Venezuela

Os protestos continuam no país. As primeiras manifestações começaram no dia 4 em San Cristóbal, oeste da Venezuela, em protesto contra a violência e a insegurança, após tentativa de violação de uma estudante da Universidade Los Andes, na noite anterior. Os protestos se espalharam para outras cidades, incorporando reclamações contra a inflação de 56%, o aumento da criminalidade e desabastecimento. Os manifestantres também exigiram que os estudantes detidos sejam libertados.
Mostre mais

Estudantes vão as ruas de Caracas para protestar contra o presidente venezuelano Nicolas Maduro, na sexta-feira, 14 de fevereiro, 2014. O protesto foi contra os assassinatos de dois estudantes universitários que foram baleados em incidentes diferentes após um protesto anti-governo que exigiu a libertação de manifestantes estudantis que haviam sido presos em várias partes do país.
1

Estudantes vão as ruas de Caracas para protestar contra o presidente venezuelano Nicolas Maduro, na sexta-feira, 14 de fevereiro, 2014. O protesto foi contra os assassinatos de dois estudantes universitários que foram baleados em incidentes diferentes após um protesto anti-governo que exigiu a libertação de manifestantes estudantis que haviam sido presos em várias partes do país.

Durante um comício para promover a paz na capital apoiantes do líder da oposição Leopoldo Lopez, agitam cartaz que diz: "Irmão, não atire. Você também é uma vítima deste governo", 20 de Fevereiro, 2014.
2

Durante um comício para promover a paz na capital apoiantes do líder da oposição Leopoldo Lopez, agitam cartaz que diz: "Irmão, não atire. Você também é uma vítima deste governo", 20 de Fevereiro, 2014.

O líder da oposição, Leopoldo López, vestido de branco, é levado em custódia pela Guarda Nacional Bolivariana, em Caracas, Venezuela, terça-feira, 18 de Fevereiro, 2014.
3

O líder da oposição, Leopoldo López, vestido de branco, é levado em custódia pela Guarda Nacional Bolivariana, em Caracas, Venezuela, terça-feira, 18 de Fevereiro, 2014.

Mulheres abraçam-se na frente da Guarda Nacional Bolivariana, em Caracas, Venezuela, quarta-feira, Fevereiro 19, 2014.
4

Mulheres abraçam-se na frente da Guarda Nacional Bolivariana, em Caracas, Venezuela, quarta-feira, Fevereiro 19, 2014.

Carregar Mais

XS
SM
MD
LG