Links de Acesso

Professores do ensino geral da Huila veem luz ao fundo do túnel


Sindicato quer ver para crer

Governo promete reversão de categoria para 10 mil docentes

Cerca de 10 mil professores na província angolana da Huíla poderão ver ainda no presente ano lectivo do ensino geral a sua reversão de categoria resolvida, anunciou o director provincial da educação, Américo Chicoty.

A concretizar-se, a medida poderá resolver um dos velhos problemas que tem dividido o Governo e o Sindicato Nacional de Professores, (Sinprof), que até há pouco reivindicava a reconversão de cerca de cinco mil docentes.

Huila: Questão das categorias dos professores vai ser revista - 1:44
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:44 0:00

A autorização do Governo central aos governos provinciais para o preenchimento das vagas abertas nos últimos anos no sector poderá facilitar o processo, adiantou Américo Chicoty.

“Fruto da aprovação do decreto presidencial número 314 que autoriza os governos provinciais a fazerem uso das vagas deixadas no sistema integrado de gestão financeira do estado pelos falecidos, reformados, transferidos para as outras províncias os desistidos são vagas financeiramente cabimentado e por força deste decreto presidencial os governos provinciais estão autorizados a fazer o uso destas vagas”, sublinhou aquele responsável.

O Sindicato Nacional de Professores (SINPROF) na Huíla, aplaude a medida, mas prefere ver para crer.

O secretário provincial, João Francisco, defende medidas mais ambiciosas que apontem por exemplo para a aprovação do estatuto de carreira docente.

“Para que também não haja mais esses ruídos no sector de greve ou não greve o que nós queríamos é que o governo tivesse a capacidade de olhar para este processo que se arrasta desde 2013 para aprovar já o novo estatuto de carreira docente e resolver o problema da actualização de categoria dos professores”, defendeu Francisco.

Com um défice de cerca de três mil professores, a província da Huíla tem um efectivo de pouco mais de 19 mil docentes do ensino não universitário.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG