Links de Acesso

Professores marcham contra afastamento de colegas no Bengo

  • Coque Mukuta

Greve acontece em 13 províncias em Abril

Doze professores foram suspensos por participarem na greve nacional

O Sindicatodos Professores da Província do Bengo, (SIMPROF), manifesta-se no sábado, 13, contra a exclusão dos professores que aderiram à greve realizada recentemente em Angola.

Os sindicalistas preveem, no entanto, uma repressão policial.

Doze professores na província do Bengo que exerciam as funções de coordenadores foram afastados dos seus postos de trabalho por terem aderido à greve que terminou no passado dia 2.

Mbaxi Paulino Mateus, secretário administrativo e porta-voz, provincial do SINPROF no Bengo, diz que a manifestação visa também protestar contra a atitude do Governo provincial que retirou a contribuição mensal dos professores ao sindicato, o que, para ele, foi “uma forma de retaliação”.

Mateus afirma que os lideres do SINPROF na província são vitimas de perseguições e ameaças, mas, não vão desistir.

“Temos recebido muitas ameaças mas, nós não vamos desistir”, garantiu.

O SINPROF deu até o final de Junho de 2017 como prazo para que o Governo resolva os problemas da classe.

Caso permaneçam por resolver, "os diferendos entre as partes, o SINPROF retomará a greve em data a anunciar porque os professores atingiram o limite de tanto sofrimento", reitera o sindicato.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG