Links de Acesso

Professores do ensino superior em Angola alertam para contratações de cubanos


Universidade Agostinho Neto

SINPES quer que novo Governo responda às suas exigências

Angola vai gastar quase 65 milhões de dólares com a contratação de professores cubanos para lecionar no ensino superior público.

O Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Angola (SINPES) diz que caso isso aconteça o novo Executivo está a começar muito mal.

Sindicato angolano reage à contratação de professores cubanos - 2:43
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:43 0:00

A empresa cubana Antex foi contratada para recrutar professores do ensino superior, por 37,2 milhões de dólares e 27,4 milhões de dólares para docentes afectos aos cursos à área da Saúde.

Para Eduardo Peres Alberto, secretário do SINPES, caso o actual Executivo aposte mais nos professores expatriados estará a começar mal.

Alberto lembra que o antigo Governo prometeu investir mais aos professores nacionais.

O SINPES colocou uma lista de preocupações sobre a mesa da autoridades e quer que sejam respondas pelo actual Governo.

“Há muitos problemas pendentes e que achamos que esse Executivo deve assumir”, sublinhou o sindicalista, como “a melhoria significativa dos salários, acertos de categoria e melhores de condições de trabalho”.

O total do valor a ser desembolsado agora é igual à verba do ano passado.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG