Links de Acesso

Professores do Uíge dizem que não receberam pagamentos de Abril


Governo Provincial do Uige

Atraso poderá ter sido causado por decisão de descontar salários de professores que aderiram à greve

Os professores do ensino não universitário na província do Uíge queixam- se de atraso no pagamento dos salários referentes ao mês de Abril.

Alguns professores ouvidos pela VOA fizeram notar o facto desta situação parecer estar restrita à provincia do Uíge, já que, segundo disseram, os professores nas restantes províncias recebram o salário de Abril.

Nguinamão Sebastião disse que a falta do salário de Abril está a causar grandes problemas e que há professores forçados a reduzir o número de refeições aos seus filhos.

“Isso está nos causar enumeras dificuldades, as famílias estão a passar fome, isso está causar conflitos no lar”, denunciou.

O também docente Kiaco Sadrack considerou o comportamento da Direcção Provincial de Educação, Ciências e Tecnologia de "incompetência do partido que governa Angola há mais de 40 anos".

Olavo Castigo pediu ao Executivo provincial para se pronunciar publicamente sobre o motivo do atraso no pagamento dos salários.

Não foi possível obter uma reacção da Direcção Provincial de Educação, Ciências e Tecnologia do Uíge.

A VOA soube por meio de algumas fontes ligadas à Direcção Provincial das Finanças que o atraso deveu-se à necessidade de descontar salários aos professores que aderiram à greve de Abril.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG