Links de Acesso

Presos morrem no estabelecimento do Cacuaco, em Luanda


Polícia Nacional a porta do Tribunal Provincial de Luanda em Benfica. Angola. Nov 16, 2015

Imprensa fala em 10 mortos mas Polícia Nacional diz que foram dois

A morte de detidos na 41ª. Esquadra do bairro Balumuka, município de Cacuaco, em Luanda, está a provocar perguntas que, por agora, não têm respostas.

A publicação Novo Jornal avança com 10 mortos, citando familiares das vítimas, enquanto outras fontes apontam para três.

O porta-voz da Polícia Nacional em Luanda fala em duas vítimas mortais.

“O comando provincial teve o conhecimento desta informação e sabemos apenas que são dois detidos que pereceram no hospital municipal de Cacuaco”, disse à VOA o superintendente Nestor Goubel nesta terça-feira, 15.

Sem mencionar causas, Goubel acrescentou que a polícia está a juntar mais dados para saber a verdadeira razão da morte dos detidos.

Entretanto, oficiais do Serviço de Investigação Criminal (SIC), que pediram o anonimato, afirmaram à VOA que são três vítimas.

O Novo Jornal falou com familiares das vítimas que indicam que as mortes aconteceram depois dos presos terem tomado um chá no dia 5 de Março.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG