Links de Acesso

Presidente sul-africano impedido de falar no acto central do Dia do Trabalhador

  • Simião Pongoane

Zuma não conseguiu discursar

Membros da Confederação dos Sindicatos da África do Sul (COSATU) impediram o Presidente Jacob Zuma de proferir o seu discurso na cerimónia central das celebrações do Dia Internacional do Trabalhador nesta segunda-feira, 1, em Bloomfontein, província de Free State.

Zuma fora convidado pela liderança da COSATU como presidente do ANC para, no meio de protestos de alguns filiados da confederação que exigem a destituição de Zuma do poder.

À sua chegada ao local do comício, Zuma foi recebido por apupos e gritos para deixar o poder, e ambiente ficou tenso com membros do ANC de um lado a gritarem palavras de apoio ao Presidente.

A liderança decidiu anular todos os discursos, colocando assim fim à cerimónia central.

O ANC e a COSATU são aliados no Governo sul-africano, mas a confederação considera que o Presidente Jacob Zuma perdeu a "moral" para liderar a aliança, que inclui o partido comunista, por causa de decisões de governação consideradas precipitadas, corrupção e mal administração do pais.

Zuma, no entanto, insiste manter-se no poder justificando que só vai sair se for solicitado pelo ANC a fazê-lo.

Alguns dirigentes do ANC já disseram que o Presidente deve abandonar o poder porque a sua governação tem prejudicado a organização que chegou ao poder em 1994, mas outros continuam a defende Zuma.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG