Links de Acesso

Presidente da Guatemala expulsa do país chefe da comissão anti-corrupção


Thelma Adana e Ivan Velasquez

O Presidente da Guatemala, Jimmy Morales, anunciou a expulsão neste Domingo, 27 de Agosto, do chefe da comissão anti-corrupção da ONU que investigava o financiamento da sua campanha política.

Num video publicado na Internet, Morales disse que expulsava o colombiano Ivan Velasquez "pelo interesse do povo guatemalo, pelo reforço da lei das suas instituições”.

"Eu ordeno que ele deixe a República da Guatemala imediatamente”, disse Morales.

O anúncio aconteceu depois de Ivan Velasquez ter tentado tirar a imunidade do Presidente guatemalo na investigação de alegados pagamentos ilegais ligados ao seu partido, a Frente de Convergência Nacional.

A Procuradora Thelma Aldana, que trabalha com a comissão da ONU diz que Morales negou contabilizar mais de 800 mil dólares em financiamento de campanha.

Na sequência deste alegado envolvimento, cerca de 2500 pessoas manifestaram-se na capital Guatemala, no sábado 26 de Agosto, exigindo que Morales resigne ao cargo.

A comissão da ONU já havia retirado o Presidente Otto Perez, do poder, em 2015, ao revelar um escândalo de corrupção. Morales, ex-comediante, ganhou as eleições seguintes e tomou o poder no ano a seguir.

Velasquez conduz há já dez anos uma comissão de especialistas que trabalhou com procuradores guatemalos, para eliminar a corrupção naquela país latino-americano

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG